domingo, agosto 16, 2009

MARIA DA CONCEIÇÃO - "Mãe preta"

(se carregar na imagem, para aumentar, reparará que se encontra escrito, em rodapé, "Visado pela Comissão da Censura"; eles nem queriam enganar alguém...:))

Em cima do acontecimento (salvo seja!), mas não me antecipando, como convém, às notícias dos profissionais, pareceu-me oportuno editar agora este verbete, acerca da cantadeira Maria da Conceição, criadora, em Portugal, do tema "Mãe preta", da autoria dos brasileiros Piratini e Caco Velho.

Em boa hora a etiqueta Estoril, na senda do que já vinha sendo feito, decidiu reeditar este e outros êxitos daquela fadista, assim reavivando as nossas fracas memórias, que agradecem... Parece que a Fundação Manuel Simões continua, deste modo, a política do seu fundador http://fadocravo.blogspot.com/2008_08_01_archive.html , facto que me parece ser motivo de regozijo para todos os amantes de Fado.

Acerca deste facto, pouco mais há a dizer do que o aqui http://aeiou.expresso.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=ex.stories/530894 brilhantemente noticiado por quem muito entende, entre outros assuntos, de jornalismo e fado, o jornalista Nuno Lopes, da Lusa, co-autor do grande sucesso "Fado Sempre!" http://fadocravo.blogspot.com/2008_12_01_archive.html, a quem daqui saúdo pelo seu constante labor em prol da res fadística.

Porém, e para além do vídeo, tenho a oferecer-vos a partilha deste documento da época, onde figura a letra do poeta, mas devida e convenientemente alterada pelos censores, a ver se conseguiam que a verdade fosse menos verdade!... É claro que a Censura acabou (?!) Mas, terá mesmo sido exterminado este seu reprovável modus faciendi?!... O desrespeito pelas autorias e pela Obra Intelectual é tal, que bem parece que, presentemente, esses censores até seriam premiados... precisamente, por uma dessas manhosices bem jeitosa a ver se passa, de quem se pensa o máximo e julga que os outros são todos burros e ignorantes... Pois é, bem pregava Frei Tomás!........:) Mas isso agora não interessa nada!... O que importa é que a confusão se desconfunda e que muitos dos que não sabiam e/ou dos que não queriam acreditar, fiquem agora a saber que, de facto, antes do enorme êxito que foi o "Barco Negro", na voz de Amália, com letra "à medida" de David Mourão-Ferreira, para o filme "Os amantes do Tejo", já tinha sido um enorme sucesso o "Mãe preta", na voz de Maria da Conceição, que ousou cantá-lo e gravá-lo, tal qual tinha sido escrito, naqueles perigosos e obscuros tempos em que descaradamente existia C. de C.... :)

E não me venham para cá com conversas que era por pura ignorância que o fazia!.... que nem sabia o que fazia... que não era de um modo consciente e assumidamente........ mas, afinal, a inteligência quando nasceu, foi só para alguns?! os outros são sempre uns tótós?!...
Ó Aluminati, que desconsideração!...

Por amor à Santa!...


VÍDEO DE HOMENAGEM

10 comentários:

Ti Maria Benta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ti Maria Benta disse...

"Enquanto na senzala / Trabalhava o seu amôr", até não 'tá mal! A censura desaparecer? Pois! É que "chapéus há muitos"...
No que respeita a autorias, no fado é difícil, e o português, por alguma questão cultural, gosta de viver no/do imaginário, com o que se lhe dá (mas não o culpem se não houver acesso a informação...). Logo dizem que "Lisboa Antiga" foi criado para a Amália (a sério, eu li!), e então este, com o batuque, a falar de amor, no "Barco Negro"... ninguém se apercebeu do problema de lógica.
Eu cá gostava que as autorias fossem um pouco mais esclarecidas e esclarecedoras. É brioso, fica bem, respeita o ouvinte e os criadores. Só coisas boas!
Obrigada por ter esclarecido e por partilhar, mais uma vez (e espero que muitas mais vezes), uma excelente voz.
Mal posso esperar por deitar mãos a esse CD.

Anónimo disse...

Ainda bem que trouxeste este tema, para o ouvirmos na voz da sua
divulgadora (em Portugal).
Penso que muita gente acredita que foi a Amália a sua criadora, do Barco Negro claro.Já agora podes esclarecer-me se na versão cantada pela Amália vem o autor da música?
Ou também esse foi alterado?
Censura? claro que sim, sempre houve e haverá, chamem-lhe os nomes que quiserem. Até nós nos censuramos, a nós mesmos não é?

Abraços
Eu

Ti Maria Benta disse...

Olá "Eu",
Sei que a pergunta não me era dirigida, mas tomei a liberdade de verificar que, na versão que disponho do "Barco Negro" cantado por Amália, aparecem as respectivas autorias, designadas como Caco Velho/Piratini/David Mourão-Ferreira.
Cumprimentos.

MLeiria disse...

Obrigada pelos coments, Comadre e Eu.
Quanto às autorias indicadas(que várias são!...) do "Barco Negro", para além da já referida pela minha Comadre MariBenta, posso acrescentar esta muito interessante, registada no vinil, EP da Columbia, intitulado Amália The beautiful, em que o tema é designado por Barco Negro (Maë Preth)(from the film "Lovers of Lisbon") (Vilmo-Ferreira)
Ah!Ah!Ah!...... Do melhor!......
É só escolher!

Anónimo disse...

Mto. obg. às das duas.
Abraços e até ao próximo vídeo.
Eu

Manuel Peralta Godinho e Cunha disse...

Também pensava que tinha sido criada pela Amália...

Obrigado pelo esclarecimento.
Manuel Peralta

MLeiria disse...

É natural, Manuel..., mas não; provavelmente não conhecia esta versão, a primitiva, na voz da Mª da Conceição... ao tempo que o disco não está no mercado e só agora foi reeditado em CD!
Saudações fadistas
OP

fernando disse...

Solo conocía la versión de Dulce y parece que respetó la letra.
Muy agradecido.Cada día aprendo un poco más.

MLeiria disse...

Também eu, Fernando... Vivendo e aprendendo! Bom sinal, de resto...
Obrigada pela visita e pelo comentário