quinta-feira, setembro 27, 2012

MANUEL DIAS - "Noites de Alfama"

Plat.61
 
Plat.63
 
Plat.64

Plat.65

"Nascido a 23 de Maio de 1932, Manuel Dias despontou para a vida artística no antigo Café Salvaterra, num concurso de fados organizado pela antiga Cervejaria Luso, e de que saiu vencedor. Desde então até agora tem trabalhado em quase todas as Casas Típicas e «Boites», tanto em Lisboa como no Porto, e conhece o nosso País de lés a lés.
Criador do célebre fado «Amor de Pai», é sem dúvida um dos mais castiços fadistas.
..."
 
VÍDEO DE HOMENAGEM
 
video

Mais uma voz inconfundível, a de Manuel Dias, que lembro com este fado de Frederico de Brito e de Armandinho, acompanhado por Álvaro Martins (guitarra) e José Mª de Carvalho (viola).

terça-feira, setembro 25, 2012

MANUELA MOURA - "Nova paixão"

Plat.

video

Não penses que ando perdida 
Por me teres abandonado
Enamorei-me do Fado
É feliz a minha vida

Se passei dias chorando
Ao lembrar-te a toda a hora
Os dias foram passando
E a saudade foi-se embora

Hoje de ti desprendida
Vivo a cantar o Fado
Meu coração torturado
Sarou da mágoa sentida
Não penses que ando perdida
Por me teres abandonado

Mas se pensares procurar-me
Ciente do meu perdão
A cantar vens encontrar-me
Vivendo a minha paixão

Quero cantar de bom grado
Minha canção preferida
Não vivo desprotegida
Nem o cantar é pecado
Enamorei-me do Fado
É feliz a minha vida