terça-feira, setembro 01, 2009

MARIA SILVA - "Fado Antigo"


VÍDEO DE HOMENAGEM
video

Fado de Lisboa (1928-1936), ed. Tradisom, col. Arquivos do Fado, vol I

A colecção Arquivos do Fado conta agora com 3 novos belíssimos CD's, que incluem uma quantidade considerável de inéditos das fadistas ERCÍLIA COSTA, MARIA ALICE e AMÁLIA. Saiba tudo aqui

http://arquivosdofado.blogspot.com/2009/08/publicados-os-tres-primeiros-volumes-da.html

10 comentários:

Anton Garcia-Fernandez disse...

Ofélia:

Mais uma fadista de quem não ouvira nada, se bem tinha lido sobre ela no magnífico livro do Machado. Mais uma vez, este fadinho tem um som de blues, e a voz da Maria Silva tem uma expressividade incrível. Os versos do poema também são excelentes, como o é também o vídeo que você criou, que sem dúvida faz honra à qualidade musical e poética da canção.

Parabéns, minha amiga!

Antón.

MLeiria disse...

Muito obrigada, Antón, pelo seu comentário acerca deste fado que Maria Silva gravou há 80 anos e que continua a ouvir-se com agrado; igualmente agradecida pelo elogio ao meu trabalho, no qual invisto sempre uma imensa dedicação e cuidado, para não desmerecer estas Pérolas do Fado.
Bjinho
Ofélia

Ti Maria Benta disse...

Muito obrigada por ter partilhado um fado dessa fabulosa primeira colecção dos Arquivos do Fado. Não conhecia a fadista e muito apreciei a melancolia na voz, que vai muito ao encontro das minhas preferências, para além da referência a esse sofrer de amor em silêncio, ou amar em silêncio por se sofrer...
E queria finalizar com um elogio ao vídeo, com belíssima selecção de imagens. Adorei!

Fadista disse...

Muito obrigada, Comadre! Faço os possíveis; umas vezes melhor, outras não!...
Contente que tenha gostado.

gramofone disse...

Fico satisfeito pelo prazer que a audição deste fado proporciona a todos os que deixaram aqui o seu comentário. Quando a ouvi pela primeira vez achei que realmente era uma voz de uma sensualidade e de uma riqueza tímbrica fora do vulgar. Seja como for as cantadeiras de outrora tinham todas uma aura muito especial. conseguindo transportar-nos para os ambientes que se foram perdendo com o tempo...
Apesar de alguns volumes da primeira série dos arquivos do fado estarem esgotados, curiosamente, o primeiro e o terceiro, onde aparecem alguns temas da Maria Silva ainda andam por aí...
E parabéns à Ofélia que é uma grande divulgadora da(s) história(s) do fado...
José Moças

Fadista disse...

Muito obrigada, José Moças, e Parabéns igualmente pelo excelente trabalho que tem feito e que esperamos continue, com o mesmo enorme sucesso obtido com a 1ª série da colecção Arquivos do Fado.
Ofélia

Anton Garcia-Fernandez disse...

Olá, amiga Ofélia:

Só queria pedir-lhe desculpas, já que acho que não tinha incluido o link ao seu blog Fadistas Como Eu Sou no meu blog em espanhol Guitarras de Lisboa. Já o inclui hoje quando vi que não estava na minha lista de blogs. Melhor tarde do que nunca, não é?...

Ainda estou a trabalhar no artigo sobre o Linhares, e quando estar terminado, publicá-lo-ei.

Beijinhos cheios de fado,

Antón.

P.S.: Ah, e também parabéns ao José Moças por essa excelente série de discos dos Arquivos do Fado!

Fadista disse...

Antón
Não tem que desculpar-se de nada,mas obrigada pelo cuidado e consideração; é um querido!
Bjinhos para si e Erin
O

Roberto Peresio disse...

Muito obrigado para as informaçoes sobre Maria Silva. Era de tempo que eu estaba a procura de noticias sobre ela. Faltam ainda as datas fundamentales ....
Desculpa meu portugues, mas eu sou italiano.
Ciao
peresio@hotmail.com

Fadista disse...

Pois é, amigo Peresio,isto é pouco, mas é quase tudo o que tenho; esta é uma das menos conhecidas e divulgadas fadistas da sua época, embora tenha sido então uma das mais conceituadas... Quanto às datas fundamentais, porque não contacta, ou um dos conhecidos e reconhecidos investigadores de Fado, ou mesmo o Museu do Fado?; por certo terão as informações que pretende.
Saudações fadistas!
OP