domingo, agosto 09, 2009

JOSÉ MANUEL BARRETO - "Senhora da Nazaré"

VÍDEO DE HOMENAGEM

video

"José Manuel Barreto tem um percurso no Fado que poderia ser apelidado de cinematográfico. Do menino do Barreiro que ouvia Fado no rádio do avô até ao palco das escolas, passando pelas reuniões de amigos no cumprimento do serviço militar durante a Guerra Colonial, este cantor foi criando uma reserva interior de sentimentos que ultrapassam muitas vezes a mera ficção das palavras no papel.

Corria a década de 70 e, nessa altura, o cantor já havia passado por diferentes palcos portugueses, inclusivamente o do Coliseu dos Recreios, na Grande Noite do Fado quando tinha apenas quinze anos. Após muitas deambulações na noite fadista de Lisboa, José Manuel Barreto, é convidado a conhecer a Taverna do Embuçado, na altura gerida por João Ferreira Rosa, onde conhece nomes importantes do meio, como Fontes Rocha, Francisco Perez “Paquito”, Pedro Leal e Alfredo Marceneiro.

Anos mais tarde, já na década de 80, Barreto conhece alguns compositores que o desafiam a gravar o seu primeiro álbum no qual participa um elenco de luxo: Joel Pina, Luís Pedro Fonseca e Fontes Rocha.

O seu último trabalho discográfico “Fado Santa Luzia” é o resumo de muitos anos a dar alma e sentido ao Fado e nele José Manuel Barreto reuniu músicos de peso.

Dono de uma voz e de um estilo que o tornaram inconfundível, Barreto é hoje uma referência nos circuitos conhecedores da canção urbana lisboeta, confirmando o velho adágio de que “o melhor fado é sinónimo de vivência, sem a qual a melhor arte não tem alma”. "

(in Algarve Digital)

"Senhora da Nazaré" é o fado que escolhi para aqui homenagear José Manuel Barreto. A letra e a música são de João Nobre .

8 comentários:

jaume disse...

Querida amiga, lembrar este fadista que tanto gosto, faz que o dia -óptimo que foi- acabe ainda melhor.
Obrigado (...e lindas as fotografias do vídeo...)
Beijinho.
Jaume

valeria disse...

Não há duvida que visitar os seus dominios é descobrir e aprender.Até tenho vergonha , mas não conhecia também este fadista, nem este fado.Adorei

MLeiria disse...

Caro Jaume
Bem me parecia que iria gostar deste vídeo... Sei que conhece pessoalmente o Barreto e o vídeo integra até uma foto da autoria de V.Exª, que "saquei" do seu blog; as outras, em grande parte, são do Dias dos Reis, um extraordinário fotográfo.
Adoro esta praia, a "minha" praia!,as suas gentes e os seus costumes.
Já reparei que regressou de férias. Para qdº uma visita à Cidade do Fado?
Bjinho
Ofélia

MLeiria disse...

Obrigada pelo seu amável cumprimento, Valéria. É o que se chama começar bem o dia!
São pessoas como a Valéria que fazem com que eu mantenha regularmente este trabalho, atestando algum valor que possa ter; e claro que a minha paixão pelo Fado não é alheia à minha determinação.
Adorei tê-la de volta!

Anónimo disse...

It is a pleasure to hear this reordning by a singer who was unknown to me before. The song is beautiful too. As Carminho includes it in her first cd, it is interesting to compare the two versions – very different from each other, but both lovely. Thank you!
Ulf Bergqvist

MLeiria disse...

Thank you, Ulf, for comment!
It's a pleasure!
I love this version too.
OP

Josefa disse...

Descobri este blog ontem e estou aqui para lhe dar os parabéns pois que sou uma amante do fado é sempre bom lembrar tão bons fadistas.M.Josefa

MLeiria disse...

Muito obrigada, Josefa, pelo seu comentário. Espero que continue a frequentar este sítio, que pertence a todos os amantes de Fado.